Projetos de 100 dias

Visão geral dos projetos de 100 dias

Após passar pela experiência de fazer um origami por dia no #365OrigamiChallenge, percebi que um projeto de um ano é muito longo. em 100 dias eu já tinha confirmado toda a determinação e disciplina que eu queria ter. Assim, resolvi que farei projetos de 100 dias, dos mais diversos temas.

Resolvi estabelecer algumas premissas de projeto:

  • Objetivo: o projeto tem que ter uma proposta de entrega. Não valem temas restritivos, como 100 dias sem comer chocolate. No entanto, podem ser usados temas como 100 dias de alimentação saudável, e por consequência, trazer o corte de determinados alimentos. Metas definidas (gerais e específicas, mesmo diárias) e o projeto tem que gerar documentação suficiente para que possa ser reproduzido por outra pessoa;
  • Tempo: os 100 dias são uma referência. Por questões de agenda, pode ser que o projeto termine um pouco antes, ou depois. Por exemplo, se o projeto for a preparação para uma corrida em especial, pode ser que a data do evento não coincida com o 100o. dia. Todos os dias devem ter um tempo mínimo dedicado para a execução do projeto;
  • Custo: o projeto deve custar, no máximo, o equivalente a renda per capita/dia do país em que eu estiver fazendo desafio dos 100 dias. No Brasil, isso representa, em 2019, o equivalente a um valor máximo de R$ 4.513,97 (base R$ 1.373,00/mês) por projeto. Se, por algum acaso, o projeto gerar lucro (vai que eu resolvo vender algo!), o dinheiro pode ser revertido para o próprio projeto.

Metodologia

Os projetos terão três fases:

  1. Imersão: a ideia é “viver” o tema. Por exemplo, se eu estiver em um projeto “100 dias de alemão”, nesse momento eu colocarei meus sistemas de uso diário (incluindo MS Excel!) e leituras diárias de notícias em Alemão;
  2. Aprofundamento: Uma vez entendidos os limites de desenvolvimento do projeto, será desenvolvido um aprofundamento no tema, com a definição de um desafio final e um trabalho mais profundo de desenvolvimento, potencialmente usando adjacências temáticas. Por exemplo, se o projeto for o estudo de um instrumento, terei que sair das notas que aprendi na imersão para tocar músicas mais complexas;
  3. Desafio: A fase final do projeto será a realização de um desafio, que normalmente vai requerer a interação com público e/ou especialistas no assunto do projeto. A ideia é obter um feedback para avaliar o tanto de desenvolvimento realizado nos 100 dias. Por exemplo, se o projeto for a preparação para uma maratona, o desafio será a própria maratona.

A documentação do projeto ocorrerá em sistemas de registro diário (por exemplo, no perfil @tbra100 do instagram) e em documentos como artigos ou e-books.