Inteligência Artificial sob controle - Thiago Branquinho

Inteligência Artificial sob controle

Som um profissional da Indústria 4.0 há um tempinho. Lido com impressoras 3D e inteligência artificial rotineiramente. Obviamente, isso me leva a acreditar que, um dia, o IBM Watson pode imprimir em 3D uma figura que o represente para aniquilar a humanidade (estilo Terminator). Felizmente, essa profecia não deve se cumprir.

Em 2015, um grupo formado por empresários, cientistas e outras pessoas ligadas à inteligência artificial assinaram um compromisso de desenvolvimento seguro da inteligência artificial. É um texto de quatro parágrafos (que você também pode assinar), seguido de um documento de 12 páginas que explicam as prioridades de pesquisa em IA.

A ideia está em concentrar esforços para desenvolver a IA de modo ético, inclusivo e que maximize os benefícios de seu uso na sociedade. A via oposta (que a mesma IA pode fazer) a essas premissas seria exatamente aumentar as discrepâncias sociais e estabelecer soluções destrutivas à sociedade.

UFA! (pena que só os caras bons assinam esse tipo de documento)

Tecnicamente, os riscos são muito grandes. Não estamos falando de robôs, que podem ser fisicamente abatidos. A inteligência artificial pode, através da internet, buscar formas de invadir os sistemas de controle de infraestruturas críticas (como plantas de tratamento de água ou de geração de energia) e causar grandes estragos nas populações servidas por essas infraestruturas.

Considerando que os sistemas poderão aprender e se desenvolver sozinhos, apesar de todos os esforços, até quando conseguiremos manter o controle?

#vivendoeaprendendo

 

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *